Comer aveia faz bem? Respondemos às suas dúvidas

Comer aveia faz bem? Respondemos às suas dúvidas

Você quer comer bem e não sabe por onde começar? A aveia é uma ótima opção tanto para o café da manhã ou lanche da tarde quanto para o almoço ou o jantar. Continue lendo e descubra por que a aveia é uma grande aliada para quem quer comer de forma nutritiva.

Posso comer aveia todos os dias?

Estudos científicos comprovam que comer cereais de grãos inteiros como a aveia, pode ter efeitos positivos na saúde. Isto ocorre porque a aveia é uma rica fonte de fibra, proteínas, vitaminas e minerais1.

Além disso, um dos maiores benefícios da aveia é a sua versatilidade, tornando seu consumo diário ainda mais fácil. É possível consumir a aveia em várias receitas muito simples de preparar. Crua ou cozida, com água ou com leite, e em qualquer hora do dia. Alguns benefícios do consumo de aveia podem ser potencializados se ela for cozida, mas ambas as formas de preparar são vantajosas.

Propriedades e calorias da aveia

Em seguida, conheça as propriedades nutricionais da aveia:

  • Apenas 30g de aveia já são uma boa fonte de fibra, cerca de 3,2g, equivalente a mais de 10% do Valor Nutricional de Referência3, 4, 5, 6.

  • Uma porção de 30g de aveia contém aproximadamente 5g de proteína, o que representa 10% do Valor Nutricional de Referência3, 4, 5, 7, 8.

  • É um cereal que contém tiamina e vitamina B1, contribuindo com 19% a 29% do Valor Nutricional de Referência, em uma porção de 30g3, 4, 5, 7.

  • Em relação ao conteúdo calórico desse cereal de grão inteiro, 30g de aveia em flocos contêm aproximadamente 116 Cal4.

  • Entre os cereais mais consumidos na América Latina, aveia é aquele com maior teor de gorduras insaturadas (gorduras monoinsaturadas e poli insaturadas)2, 4.

  • Tem um alto teor de zinco. Uma porção de 30g de aveia contribui com 8% a 12% do Valor Nutricional de Referência3, 4, 5, 7, 9.

Posso comer aveia crua? Conheça os benefícios da aveia crua ou cozida

Devido aos inúmeros benefícios da aveia crua ou cozida, sua popularidade está aumentando em todo o mundo. Abaixo, apresentamos alguns deles*:

  • A aveia contém fibra solúvel e insolúvel3, 4, 5, 6.

    • Contém beta-glucana, que é a fibra solúvel da aveia e desempenha um papel fundamental no organismo, contribuindo para a saúde e redução dos níveis de colesterol**.
  • Outro benefício da aveia de grão inteiro é que contém nutrientes com função antioxidante como vitamina E, compostos fenólicos, flavonoides e avenantramidas, este último encontrado apenas na aveia2, 4.

*Para atingir os benefícios, é recomendado incluir a aveia dentro de uma alimentação correta aliada à prática regular de atividades físicas.
**Em conjunto com uma alimentação baixa em gordura saturada e colesterol.

  • Group 2 Created with Sketch.

    Se você está buscando inspiração para preparar sua aveia, que tal provar nossa receita de Aveioca?

Quer incluir a aveia em sua rotina?

Prove as Aveias QUAKER®

Ver Producto

As informações contidas aqui são utilizadas apenas para fins informativos gerais. Os dados nutricionais e as declarações desta página são projetados somente para fins educacionais e de pesquisa, e não podem substituir o acompanhamento nutricional de um profissional. Se você tem alguma dúvida ou preocupação sobre sua alimentação, consulte um nutricionista.

  1. Williams P. The Benefits of Breakfast Cereal Consumption: A Systematic Review of the Evidence Base. Adv Nutr. 2014;5(5):636S-673S. [Consultado em outubro 2018].
  2. Chu, YiFang. Oats nutrition and technology. West Sussex : Wiley Blackwell, 2014.
  3. U.S. Department of Agriculture (2010). Dietary Guidelines for Americans. Office of Disease Prevention and Health Promotion.
  4. US Department of Agriculture. USDA National Nutrient Database for Standard Reference. Release 28. Disponível em: https://ndb.nal.usda.gov/ndb/foods/show/6507?fg=&man=&lfacet=&count=&max=&sort=&qlookup=&offset=&format=Full&new=&measureby=
  5. Codex Alimentarius. Guidance on Nutrition Labeling. s.l. : FAO and WHO, Adopted in 1985. Revision: 1993 and 2011. Amendment: 2003, 2006, 2009, 2010, 2012, 2013, 2015 and 2016.
  6. FDA, U.S. Food & Drug Administration. Food Labeling: Revision of the Nutrition and Supplement Facts Labels. 2016.
  7. Secretaría de Salud. NOM-051-SCFI/SSA1-2010. Especificaciones generales de etiquetado para alimentos y bebidas no alcohólicas preenvasados – Información comercial y sanitaria. Secretaría de Gobernación. Diario Oficial de la Federación.
  8. Suarez M, et al. Evaluación de la calidad de las proteínas en los alimentos calculando el escore de aminoácidos corregido por digestibilidad. Nutr. Hosp 2006; Vol. 21. 47-51.
  9. FAO. Food Balance Sheets. Statistics Division. Disponível em: http://faostat3.fao.org/download/FB/FBS/E